"Não importa para onde vamos ou de onde voltamos. O que importa são as experiências únicas e os cenários surpreendentes com que nos deparamos. Viajamos em busca do que a vida pode nos revelar, num verdadeiro banquete de sabores, cores e sons."
E confesso: não tem graça nenhuma viajar e não contar para alguém, mostrar as fotos, compartilhar....
Voltar para casa também é uma experiência maravilhosa que só podemos sentir quando viajamos.


Várias fotos que ilustram as postagens são retiradas da Net.

Madrid 1- Espanha - Andando pela cidade


Madrid chama a atenção pela grandiosidade: praças, ruas, edifícios, calçadas, monumentos, etc. 


Madrid é assim, grandiosa até no mais simples prédio da esquina.


Pio Baroja foi escritor. Por que colocaram polainas na estátua?


Entre o Museu do Prado e o Reina Sofia optamos por este. Clique aqui e veja as obras:  Reina Sofia
Guernica de Pablo Picasso foi um grande motivador para a visita.


Guernica – a trágica e clássica obra do pintor cubista Pablo Picasso – nasceu das impressões causadas no artista pela visão de fotos retratando as consequências do intenso bombardeio sofrido pela cidade de Guernica, anteriormente capital basca, durante a Guerra Civil Espanhola, em 26 de abril de 1937. Este painel, produzido em 1937, mede 350 por 782 cm. Elaborado em tela pintada a óleo, é um símbolo doloroso do terror que pode ser produzido pelas guerras.


 Estação de Atocha



Em 11 de Março de 2004, aconteceram uma série de ataques terroristas em Madrid, A autoria dos atentados foi atribuida a uma célula islamista local que tentava reproduzir as ações da rede terrorista Al Qaeda.
Foi o mais grave atentado cometido na Espanha até à atualidade, com 10 explosões quase simultâneas em quatro comboios na hora de pico da manhã (8:00). As bombas estavam no interior de mochilas carregadas com TNT.



Morreram 191 pessoas e mais de 1.700 ficaram feridas. O comando terrorista foi encontrado e seus membros cometeram suicídio fazendo explodir o apartamento em que se tinham entrincheirado, Nesta ação morreram todos os membros presentes da célula islamista e um agente do grupo policial.



As explosões ocorreram entre as 7:39 e as 7:42 da manhã nas estações madrilenhas de Atocha (3 bombas), El Pozo de Tío Raimundo (2 bombas), Santa Eugenia (1 bomba) e num comboio a caminho de Atocha (4 bombas).


Dentro da Estação um extenso Jardim Tropical é o destaque.


"Fora da estação, num cilindro de vidro foi construido um Memorial às vítimas do Atentado de 11 de março de 2004 (passou despercebido por nós). Dentro do cilindro há uma sala de um azul profundo,com um “túnel de luz” em que a abóbada é ocupada por frases escritas em dezenas de línguas. Ali estão reproduzidas as mensagens de condolência que os habitantes de Madri deixaram espontaneamente na estação logo após o atentado."


Ao lado da Estação de Atocha e a amplidão  dos espaços encantadores de Madrid




Ministério da Agricultura, segundo o "Trivago" é uma das 2.688 atrações preferidas de Madrid. O projeto é do arquiteto Ricardo Velázquez Bosco, também autor do Palácio de Cristal e do Palácio de Velázquez, no parque do Retiro. "A monumental fachada segue a arquitetura neoclássica, com pórtico formado por oito colunas coríntias e esculturas, onde "a Glória oferece palmas e lauréis à Arte e à Ciência. Dos seus lados dois grupos de Pégasos ou cavalos alados em bronze, guiados pelos Génios da Agricultura e da Indústria (esquerda) e da Filosofia e das Letras (direita)"



Em frente ao Museu do Prado, a estátua de Goya. No pedestal a representação da "Naja Desnuda" e adornando o monumento, relevos que lembram "Os Caprichos".
Museu do Prado e a Estátua de Velasquez.

Quando somos questionados se visitamos o Museu do Prado e respondemos que não, as pessoas exprimem surpresa e, não raro, mencionam o quadro "As Meninas" de Velasquez exposta no Prado. Acho que "Guernica" está para o Reina Sofia como  "As Meninas" está para o Prado.


"As Meninas" - "Ao centro pode-se ver a infanta Margarida Teresa de Habsburgo, filha de Filipe IV, acompanhada de suas damas de companhia, de seus criados, de uma anã e uma criança que mexe com um cão. Já no canto esquerdo, vê-se um auto-retrato de Velázquez. Os reflexos do rei e da rainha da Espanha surgem num espelho atrás da infanta. Acima do retrato há dois quadros do acervo do palácio e, mais ao fundo, um homem entra em cena e movimenta a cortina, trazendo mais luminosidade à tela."

O quadro é uma obra prima, mas acho que não saí perdendo em ter preterido o Prado e escolhido o Reina Sofia.





A Coleção do Museu Hermitage de São Petersburgo  no Museu do Prado em Madrid até 25 de março de 2012.


Hotel Ritz luxuoso e localizado no Triângulo de Ouro da da Arte, região onde estão os três museus mais importantes da cidade: o Museu do Prado, o Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia e o Museu Thyssen-Bornemisza
.

Igreja de São Jerônimo em estilo gótico. É  a Igreja Real de Madrid.


Monumento aos espanhois que morreram pelo país.


Edifícios sempre grandiosos e espetaculares. Bolsa de Valores


Calle de Montalban


A Fonte de Cibele - Representa a imagem de Cibele, deusa da fecundidade da terra, montada num carro puxado por dois leões. Segundo a mitologia, estes dois leões representam Hipómenes e Atlanta, castigados pela deusa Afrodite a puxar o carro eternamente.