"Não importa para onde vamos ou de onde voltamos. O que importa são as experiências únicas e os cenários surpreendentes com que nos deparamos. Viajamos em busca do que a vida pode nos revelar, num verdadeiro banquete de sabores, cores e sons."
E confesso: não tem graça nenhuma viajar e não contar para alguém, mostrar as fotos, compartilhar....
Voltar para casa também é uma experiência maravilhosa que só podemos sentir quando viajamos.


Várias fotos que ilustram as postagens são retiradas da Net.

Granada 1 - Espanha


Foto Net
Granada fiica ao pé de Serra Nevada. Povoada pelos Iberos desde o século VIII aC, foi submetida aos árabes no ano 711 e representa o culminar do processo da Reconquista cristã da Península Ibérica, já que foi a última cidade a ser tomada dos mouros, pelos Reis católicos.


Ficamos hospedados neste Hotel e...


não resisti e fotografei o  vaso sanitário que tem dois tipos de ducha e ar para secar. Aí lembrei de uma certa piadinha  sobre um Hotel em Dubai.....


O lobby do Hotel


A porta do Restaurante do Hotel


A recepção do Hotel

Nossa primeira visita em Granada foi em Albaicín,  que indica um bairro em local alto e com um povoamento peculiar desvinculado do resto da cidade.



O Albaicín mantem o traço e padrão urbanos do período nasrida, com ruas estreitas, calçamento interessante com vala no meio para escoamento da água.


Albaicin  com seus labirintos, comuns nas cidades medievais, e a prioridade dada à cultura muçulmana que  é evidente não só no traçado de suas ruas, estreitas, íngremes, mas também no interior e exterior  de seus edifícios. 


As habitações conhecidas por "carmen", possuem paredes altas, que as separam da rua, com hortas ou jardins. Não existem calçadas.


Todo o encanto do Alhambra iluminado.




Anualmente há um concurso das fachadas das vivendas.Esta foi a segunda colocada.


Albaicín  possui  ruas estreitas, numa intrincada rede que só é possível percorrer com a ajuda de um Guia.


Muitos dos espectáculos de flamenco mais populares em Granada estão nas cavernas de Albaicin.


. O tipo de flamenco nas cavernas é chamado Zambra. Não dançam no palco. Os bailarinos sentam junto à platéia e vão se apresentado um a um.


São poucos lugares e uma bebida é servida durante o show.


Flamenco é um gênero, com muitas variações e tipos. O estilo Zambra do flamenco é típico nas cavernas, que muitas vezes é realizado por vários membros da mesma família. Segundo o guia, a matriarca do grupo, já  dançou em  Las Vegas com Frank Sinatra. Na sua apresentação usou castanholas, que não são usadas pelos outros dançarinos do grupo.




Encontrei este vídeo no Youtube que é bem semelhante ao local e espetáculo que vimos em Granada.

Janeiro 2012