"Não importa para onde vamos ou de onde voltamos. O que importa são as experiências únicas e os cenários surpreendentes com que nos deparamos. Viajamos em busca do que a vida pode nos revelar, num verdadeiro banquete de sabores, cores e sons."
E confesso: não tem graça nenhuma viajar e não contar para alguém, mostrar as fotos, compartilhar....
Voltar para casa também é uma experiência maravilhosa que só podemos sentir quando viajamos.


Várias fotos que ilustram as postagens são retiradas da Net.

Fernando de Noronha - Caminhada Histórica

 Abril 2015

Caminhada Histórica

Fizemos este passeio, pela metade, com um Guia da Atalaia (agência), que estava na  (mó) preguiça. O restante fizemos por nossa conta. Não há necessidade de Guia, porque não há muita coisa e tudo é auto explicativo.

Começa na Vila dos Remédios.


Foto Google

Palácio São Miguel (1947) é a sede da administração do  Distrito de Fernando de Noronha, e foi
construído sobre as ruínas da antiga "Diretoria do Presídio". É o único lugar da Ilha onde se tem acesso à Internet. Basta chegar em frente ao edifício e já se consegue a conexão. Só é mostrado por fora.



Reduto de Sant'ana (Sec XVIII) espécie de armazém que dava suporte aos barcos que chegavam à Praia. Foi também alojamento de presidiários e era chamada de Salgadeira ( por ser o local onde salgava os peixes)


 
Por aqui se chega às praias, mas dependendo da maré, a passagem é feita sobre pedras.

Foto Google. Minha foto não ficou legal, a posição do sol estava desfavorável
 
Igreja de Nossa Senhora dos Remédios (1772). A última restauração foi em 1988,  e a sua reinauguração foi presidida Dom Hélder Câmara. A igreja apresenta nave-salão única com coro, e capela-mor, em cantaria de arenito.
 
 
 
 
Aldeia dos Sentenciados - é a única edificação da época do sistema carcerário que funcionou em Fernando de Noronha por mais de 200 anos. A área tem 1.275 metros quadrados. A “Aldeia dos Sentenciados” está localizada na Vila dos Remédios, na antiga Praça d’Armas, próxima ao Palácio São Miguel. No século passado, quando houve a permissão para serem enviadas mulheres presas ao arquipélago, passou a abrigar as sentenciadas e virou presídio feminino. Em 2012 uma família invadiu local, sendo retirada em seguida.
 
 
Associação dos Artistas Plásticos e Artesãos. Loja onde se vende artesanatos. (ao fundo)
 
 
Museu - Memorial Noronhense Espaço Cultural Américo Vespúcio - O espaço segue a política preservacionista do patrimônio histórico e cultural, previsto no Pacto das Cidades Históricas. Uma sequência de painéis com narrativa e fotos de toda a história da Ilha.
 
 
Agência do Santander - foi a primeira escola da Ilha.
 
 
Fortaleza de N.Sª dos Remédios Erguida sobre um primitivo reduto holandês, funcionou como presídio comum e político na década de 30 até 1942.
 
 
Olha eu lá em cima.
 
 
 
Durante a Segunda Guerra, serviu de abrigo para soldados americanos.
 
 
Na porta do Forte. Ao fundo a Igreja N. Sra dos Remédios e o Palácio São Miguel.
 
 
Tombada pelo IPHAN, a fortaleza é aberta à visitação. Os muros da fortaleza estão desabando com o peso dos canhões que se apoiam sobre eles. Há uma placa do IPHAN de previsão de restauração que não aconteceu.
 
 

O Morro do Pico é como a Torre Eiffel, nós o avistamos de qualquer lugar em que estejamos. E sempre dá aquela vontade de fotografar.

 
A partir do Forte, descortina-se belíssimas paisagens que faz nos tornar repetitivos, na tentativa de mostrar tanta beleza.
 
Foto Google

Praia do Meio e Praia da Conceição
Não satisfeitos com as fotos que registramos ainda vamos na Net capturar mais alguma coisa
 
 
Ao fundo o Morro de Fora
 
Foto Google

Praia do Cachorro, dependendo da maré, a areia some e só ficam as pedras
 
 
Bar do Cachorro é o principal point de agito da Ilha. À noite sempre há música ao vivo.
 
 
A partir do Bar do Cachorro
 
 
 
 
Painel com inúmeras raças de cachorros.
 
 
Acesso à Praia do Cachorro
 
 
Aqui nosso "Guia" encerrou o passeio.
 
 
Almoçamos no Cacimba Bistrô, que fica ao lado do Palácio São Miguel e aproveitei o Wi Fi para uma lentíssima conectada.
 
 
Por nossa conta e risco, fomos no final da tarde caminhando da Pousada até a Praia do Meio e atravessamos sobre as pedras para a \Praia da Conceição.
 
 
Estas barracas são um charme. Mas não são de capim. São de Nylon
 
 
No Bar DUDAREI na Praia da Conceição, uma Long Neck Skol custa 15,00 mais 10% = 16,50.
 
 
Daqui,  com o Morro do Pico como cenário,  se descortina um lindo Por do Sol que não pagamos prá ver.

Outros pontos da Ilha que merecem uma visita



Museu Aberto da Tartaruga Marinha do Projeto Tamar de Fernando de Noronha

Desde a concepção do projeto arquitetônico, o Tamar buscou alternativas ecologicamente corretas nas instalações físicas: madeira certificada, de reflorestamento; reciclagem de containers marítimos; estruturas instaladas sobre pilotis removíveis, para não impermeabilizar o solo. Não foram utilizados recursos naturais não renováveis da ilha, como areia e pedra – uma preocupação fundamental nas obras civis realizadas em ilhas oceânicas, onde o solo é muito facilmente erodido. No Tamar há um ciclo de palestras. A cada dia da semana um tema diferente é abordado.

"Tudo que vejo, olho. Tudo que olho, sinto. Quando eu sinto, elejo. Quando elejo, enquadro e registro."