"Não importa para onde vamos ou de onde voltamos. O que importa são as experiências únicas e os cenários surpreendentes com que nos deparamos. Viajamos em busca do que a vida pode nos revelar, num verdadeiro banquete de sabores, cores e sons."
E confesso: não tem graça nenhuma viajar e não contar para alguém, mostrar as fotos, compartilhar....
Voltar para casa também é uma experiência maravilhosa que só podemos sentir quando viajamos.


Várias fotos que ilustram as postagens são retiradas da Net.

Fernando de Noronha - Ilhatur


Abril 2015

 Ilhatur

Este passeio dá uma boa ideia de como é a Ilha.

"De um lado está o Brasil. Este é o "mar-de-dentro", com 10 praias, duas baías desfrutáveis; uma especial, onde não se pode entrar: a Baía dos Golfinhos. Um mar tranqüilo a maior parte do ano, protegido dos ventos.

Do outro, a África. É o "mar-de-fora", com 4 praias, uma enseada, duas áreas de contemplação e um conjunto de piscinas nas rochas. Um mar agitado, acalmado um pouco em alguns pontos pelos arrecifes que retêm o mar entre as pedras. Esguichos, áreas enormes repletas de peixes coloridos, como imensos aquários".



Fizemos o passeio "Ilhatur", numa 4x4, que começa às 8 horas da manhã e termina às 18 horas. Guia Tapioca



MAR DE FORA
1-Começamos pela Praia do Leão - -"seu nome vem da enorme pedra que se assemelha vagamente a um leão-marinho deitado. Ao seu lado, outra formação rochosa - o Morro da Viuvinha. Areias muito brancas, piscinas em pedras, esguichos, atalho de acesso ao mar. É a praia onde mais ocorre desova de tartarugas. É área de Parque, com controle rigoroso permanente. Nos períodos de desova, ninguém desce à praia após as 18h00."


Praia do Leão

Enquanto estávamos lá observando, apareceu um tubarão bem próximo à Praia. E ficou por ali um longo tempo. É previsto aqui um banho de mar, mas o Guia não se manifestou e apenas um rapaz se aventurou a descer até a praia.


Baía Sueste

2-Baía Sueste - de mar calmo e ondas suaves, esta é uma região histórica, onde desembarcou, em 1629, a esquadra que pretendia retomar o Arquipélago das mãos dos holandeses.



É um porto opcional para as épocas em que acontecem as ressacas no mar-de-dentro. Guardando a baía, à esquerda, estão as ruínas no Forte de São Joaquim do Sueste.



Junto ao mar, o único mangue em ilha oceânica, uma raridade ecológica.



Pela sua importância como porto alternativo, junto a esta baía vem terminar a BR 363, que parte do porto de Sto. Antônio, no lado contrário da ilha.



É área do Parque Nacional, com controle permanente. É necessário apresentar o Cadastro de Entrada ao Parque Marinho.



Aqui, os que desejarem se aventurar a um mergulho de superfície com Snorkel, Colete e  Máscara (alugados previamente), podem fazê-lo com acompanhamento do Guia. Como eu não sei nadar, fiquei espiando de longe. Mesmo sem saber nadar, poderia ter ido, porque o uso do colete não deixa afundar.


Enseada da Caieira

3- Enseada da Caieira- Região de piscinas em pedras, rodeada de dunas (uma outra raridade ecológica), é uma enseada íngreme, que exige cuidados no caminhar entre pedras. Grande número de pássaros sobrevoam a região. É área do Parque Nacional, com controle permanente e intensa vigilância. Os ilhéus evitam divulgar esta praia a turistas, deixando a reservada pra eles.


 
4- Buraco da Raquel - Região contemplativa, tem seu nome tirado de uma enorme pedra à beira-mar, com grande cavidade, rodeada de piscinas rasas, cheias de peixes coloridos. A descida é proibida, pela suposição de que aí está um dos celeiros de vida marinha que merecem ser preservados. O nome "Raquel" é atribuído à filha excepcional de um dos comandantes militares que, em crise, ali costumava esconder-se.





3-Ponta da Air France - Localizada exatamente no ponto em que se encontram o mar-de-dentro e o mar-de-fora, é uma região histórica, onde se instalaram os franceses na década de 20, para prestar apoio à aviação. Não é área para banho; somente para a contemplação do mar e das ilhas secundárias, dentre as quais - a de São José - abriga a única fortificação localizada fora da ilha principal: o Forte de São José do Morro. Na edificação que resta das três que compunham a antiga base de apoio, está instalada a Associação de Artistas e Artesãos Noronhenses, no chamado "Espaço Cultural Air France".

 



Capela de São Pedro dos Pescadores A Capela de São Pedro dos Pescadores situa-se na parte mais alta da região de Air France.



Aqui tivemos um intervalo para o almoço e para tal fomos conduzidos ao Museu do Tubarão.

Museu do Tubarão



O Museu do Tubarão, além de ser um lugar bacana para conhecer mais do modo de vida desse temido peixe, tem uma parte que funciona como restaurante e  uma lojinha com diversos suvenires.




Foto www.pbase.com]

O lugar também possui diversas fotos e imagens ilustrativas sobre tubarões, que são a grande inspiração do Museu.



O Museu tem esculturas ao ar livre, ótimas para tirar algumas fotos





No restaurante, com lindo visual, a atração principal é o bolinho de tubalhau. Feito com mandioca e carne de tubarão, esse bolinho é uma das marcas registradas de Noronha. Ele é bem gostoso, por isso vale a pena experimentar. São servidas também moquecas e outros pratos com frutos do mar.





MAR DE DENTRO



1- Baía e Porto de Santo Antonio Ancoradouro natural, é usado como porto de descarga de embarcações, tendo sido construído um molhe de pedra para a atracação de navios de pequeno porte. Navios maiores ficam fundeados a cerca de 500m da praia, porque há uma embarcação grega - o navio Eleani Sthatathos - afundada no porto, que impede a atracação de grandes navios. Nas proximidades está o Forte de Sto. Antônio, bastante arruinado. É a primeira das fortificações da ilha principal e seu nome batizou toda a região. Também pode ser visto o que resta do primeiro molhe erguido durante a guerra, para descarregamento de canhões. Todas as embarcações de pesca e de turismo aí se abrigam.



2-Baía do Sancho - Coberta de vegetação e repleta de ninhos de aves, essa baía situa-se na área do Parque e por isso possui fiscalização constante.



Seguimos pela Trilha Sancho até nos depararmos com a praia, considerada, mais bonita do Brasil



Baía do Sancho - de águas límpidas e fundo de areia, é uma das poucas que permite a parada de embarcações para banho, sem causar danos aos corais.



Isolada, limitada por uma falésia acentuada, mirante natural de onde se descortina a paisagem pode ser alcançada por três "caminhos":

Pelo mar, em barcos;

Pelas escadas encravadas dentro de uma fenda na rocha, com uma fantástica abertura, de onde se descortina o mar, complementada por degraus nas pedras, descendo até a areia clara;

Ou escalando rochas a partir da vizinha Baía dos Porcos.

Aqui, também há uma parada para banhos, com a presença do Guia. Para chegar até a Praia os turistas descem pelas escadas encravadas dentro da rocha.



Dalí seguimos para o Mirante Dois Irmãos - o maior ícone de Fernando de Noronha



3 -Baía dos Porcos - Uma área de pequenas proporções, lindíssima, quase sem extensão de areia, é formada por pedras que são verdadeiras piscinas de peixes coloridos, limitadas pelo alto paredão de pedras pretas, tendo, em frente, o Morro dos Dois Irmãos.



No retorno, o esforço do Eurípedes empurrando a cadeira com a Terezinha, que torcera o pé. Contou com a ajuda do George logo atrás.



4- Cacimba do Padre -Uma da maiores praias da ilha em extensão, esta tem, como atração maior, o Morro Dois Irmãos, duas elevações semelhantes, à beira d'água, dalí, passando por um morro de pedras, cheguei  a Baía dos Porcos.   Mas foi difícil  chegar.



Aqui também há um tempinho para um banho de mar.



5-Mirante da Praia do Boldró - Terminamos o Ilhatur neste Mirante para apreciarmos o Por do Sol.



"Beleza é a luz que se projeta quando se opera um contato...entre o homem e o mundo, entre o mundo e o divino (Gabriel Perissé).
Em Noronha é visível este contato entre o mundo e o divino.



Fontes  http://www.ilhadenoronha.com.br/ailha/praias_baias_em_noronha.php#21
             http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/fernando-de-noronha---museus.jhtm
             http://www.a-brasil.com/fernandodenoronha/index.htm

Clique aqui para ver outras postagens sobre a Ilha
http://udiviagens.blogspot.com.br/2015/04/fernando-de-noronha-informacoes-e-dicas.html
http://udiviagens.blogspot.com.br/2015/04/fernando-noronha-mergulho-seco.html
http://udiviagens.blogspot.com.br/2015/04/fernando-de-noronha-caminhada-historica.html
http://udiviagens.blogspot.com.br/2015/04/fernando-de-noronha-passeio-de-barco.html
http://udiviagens.blogspot.com.br/2015/04/fernando-de-noronha-chegando-na-ilha.html
http://udiviagens.blogspot.com.br/2015/04/fernando-de-noronha-lendas.html