"Não importa para onde vamos ou de onde voltamos. O que importa são as experiências únicas e os cenários surpreendentes com que nos deparamos. Viajamos em busca do que a vida pode nos revelar, num verdadeiro banquete de sabores, cores e sons."
E confesso: não tem graça nenhuma viajar e não contar para alguém, mostrar as fotos, compartilhar....
Voltar para casa também é uma experiência maravilhosa que só podemos sentir quando viajamos.


Várias fotos que ilustram as postagens são retiradas da Net.

Cidade do Rio de Janeiro 1- 1965 a 2001– Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro  é a segunda maior metrópole do Brasil e  funciona como um "espelho", ou "retrato" nacional, seja positiva ou negativamente.

Em 2001, passamos o Reveillon em Copacabana

Enquanto esperamos a noite do Reveillon…

Bar Bracarense,  o Bar mais famoso do Leblon,em  que as tentações vão além do tradicional bolinho de aipim com camarão e catupiry.
 





 

Bar Luiz – Rua da Carioca, 39 – Fundado em 1887.
Eisben e Chopp são inesquecíveis. Veja aqui a história do Bar Luiz

Linguado a Belle Meuniére já foi mais que testado na…
A MARISQUEIRA - Rua Barata Ribeiro, 232, loja A, Copacabana, tel. 2547-3920 e 2236-2062.

Passseando por Copacabana…



O calçadão de Copacabana e suas pedras portuguesas

Arquivo:Ipanema7.jpg

Ou caminhando em Ipanema…

Theatro Municipal( 1909)



Osmar_Carioca_065





O Quebra Nozes apresentado no dia 30/12/2001 , Conta a história que ganha de presente de Natal um boneco quebra-nozes em forma de soldado. Este se  transforma num princípe que a leva para conhecer os reinos das Neves e dos Doces.

Centro Histórico

Ficheiro:Amarelinho-CCBY.jpg

Edificio Mozart – conhecido como Amarelinho



Museu Nacional de Belas Artes - Fica na Av. Rio Branco, 199 - Centro (Cinelândia), Rio de Janeiro. Aberto de terça a sexta-feira das 10 às 18h e sábados, domingos e feriados das 12 às 17h. Ingressos custam R$ 5,00 e estudantes pagam R$ 2,00


Victor Meirelles: A Primeira Missa no Brasil, 1861.- Faz parte do acervo permanente do Museu.


Catedral Metropolitana


Edificio BNDES e PETROBRÁS – Megalomania brasileira


Largo do Boticário 


Aqueduto da Carioca, conhecido como Arcos da Lapa- São 42 arcos.

Sobre o Aqueduto trafega o Bondinho que liga o centro à Santa Tereza
 
Passeio em Santa Tereza de Bondinho



Parque das Ruínas


O parque abriga uma sala de exposições, auditório e cafeteria, com shows musicais, happy hours e leitura de textos literários. Ao ar livre se destacam shows e uma programação para crianças nos finais de semana. Foi residência de Laurinda Santos Lobo que foi uma mulher do início do século XX praticamente comandou a vida intelectual do Rio, promovendo saraus e dando vida e graça a Santa Teresa.


Museu Chácara do Céu



Parque do Flamengo- Monumento aos Mortos na Segunda Guerra


A Árvore de Natal da Lagoa Rodrigo de Freitas 2001, foi a 6º edição, daquele que já é considerado, o principal icone do Natal Carioca. Desta vez, a árvore passou dos 80 metros, chegando aos 82, e com uma estrela com 4 metros de altura, feita numa estrutura metálica de néon. O seu peso ultrapassou as 300 toneladas, chegando às 330.  O número total de lâmpadas, foi de 2 milhões e 600 mil. Nesta edição a árvore contou com uma decoração de mais de 300 bolas douradas e variados tipos de desenhos de neve.

Turistas aproveitaram os shows nas areias de Copacabana  Foto: Issac Ismar/Especial para Terra

Em Copacabana 2001 o show foi com Zelia Duncan (foto ilustrativa)

No Rio, os fogos ficaram a uma distância razoável da praia, o que prejudicou a visibilidade de quem não estava muito próximo do mar  Foto: José Carlos Pereira de Carvalho/vc repórter

31/12/2001  - Reveillon – A Morte de Cassia Eller

Telões exibem imagens de Cássia Eller no Réveillon de Copacabana

ANA PAULA GRABOIS
da Folha Online, no Rio
A cantora Cássia Eller, morta sábado, vai ser homenageada no Réveillon da praia da Copacabana, no Rio.
Durante o show da cantora Zélia Duncan, um telão exibirá imagens de Cássia Eller. As imagens serão repassadas, simultaneamente, para os outros dois palcos da praia. Nos outros palcos, será feito um minuto de silêncio.
Zélia Duncan se apresenta no posto 6, a partir das 22h30.
Cássia Eller também se apresentaria no Réveillon do Rio. A cantora Luciana Mello substituirá Cássia Eller no show da Barra da Tijuca.
A cantora morreu após sofrer três paradas cardíacas. O corpo foi examinado no IML do Rio para avaliar as causas da morte.



Queima de fogos e muitas oferendas nas areias de Copacabana

Grupo aproveitou a virada do ano para fazer oferendas a Iemanjá  Foto: Pedro Kirilos/Riotur/Divulgação
http://noticias.terra.com.br/brasil/fotos/0,,OI114063-EI306,00.html

1985 - Fomos ao Sambódromo assistir ao Desfile das Escolas



Praticamente passamos à noite no Sambódromo. Na foto o dia já havia raiado.



A campeão foi Mocidade Independente de Padre Miguel com “Ziriguidum 2001, um carnaval nas estrelas”



Neste ano de 1985, a Acadêmicos de Santa Cruz ia entrar com o enredo –“Ibrahim, de leve eu chego lá”- homenageando Ibrahim Sued, famoso colunista social da época, o Abre Alas que conduziria Ibrahim em um carro aberto, quebrou. Passaram a noite consertando o carro e nós ficamos sentados na arquibancada lotada. Amanhecendo o dia, assistimos o Salgueiro quarta escola a desfilar e fomos embora. O desfile se estendeu até 14 horas mais ou menos.
No ano seguinte, em 1986, os desfiles passaram a ser cronometrados, punindo a Escola que se atrasasse.
 
Em 1984 com nossos "meninos " -



Hospedamo-nos no Hotel Lancaster em Copacabana



Arpoador



Teatro Princesa Isabel – Uma Cama para Três com Eva Wilma e Carlos Zara

Ficheiro:Paqueta2008.JPG

Ilha de Paquetá

Ficheiro:Igreja de Paquetá.jpg

Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus do Monte, Paquetá



Passeio de Charrete



Ida e volta de Barca (acho que era menor)


5223590

Já fomos a Paquétá de Aerobarco

untitled

Barcas antigas que faziam a travessia Rio Niterói.

Ilha-Fiscal

Ilha Fiscal – sempre uma bela paisagem.

Em 1979 passamos pelo Rio de Janeiro, vindos de Cabo Frio, para nosso amigo Ismael conhecer a cidade.


E, para dizer que foi ao Rio de Janeiro, tem que, pelo menos, passar por Copacabana e ao Cristo Redentor.


Novembro 1978 – Grupo da Maçonaria



Ficamos no Hotel Glória
O Hotel passa por reformas e será reaberto como Gloria Palace


Almoço em Niteroi via Ponte Rio-Niteroi


Tivemos um jantar com show de Tito Madi e em meio ao show os clientes que faziam parte do nosso grupo, se levantaram e sairam. Ficamos até o final e confesso que fiquei constrangida. Para um artista deve ser horrível.

700008000flamengo

1972- Maracanã – Clássico Flamengo e Vasco. Sentamos no meio da torcida do Flamengo e o Hoston era vascaíno.





Bondinho – Pão de Açucar

pp7_thumb[1]

Passeio Público – Pirâmide Mestre Valentim

Em 1969 Eleuza e eu ficamos em Copacabana e nos limitamos a pegar as praias de lá.

Em 1965, foi no Rio de Janeiro que conheci o mar e onde levei o primeiro caldo. Um primo me puxou pela mão e quando veio a onda disse, mergulhe. Advinhe!....

1965- Luis Pinho, Eleuza, Walter e eu
1969 – Eleuza e eu
Setembro 1972 – Hoston, Marisa, Euripedes e eu
Novembro 1978 – Maçonaria – Euripedes e eu
Fevereiro 1979 – Maria Alcina, Ismael, Euripedes e eu
Janeiro 1984 – Eleuza, Fernanda, Walter, Fabiano, Aurelio, Sergio, Marcelo, Euripedes e eu.
Fevereiro 1985 -  (Carnaval) Eleuza, Walter, Euripedes e eu
Reveillon 2001 – Euripedes e eu

Fotos capturadas no Google  Imagens