"Não importa para onde vamos ou de onde voltamos. O que importa são as experiências únicas e os cenários surpreendentes com que nos deparamos. Viajamos em busca do que a vida pode nos revelar, num verdadeiro banquete de sabores, cores e sons."
E confesso: não tem graça nenhuma viajar e não contar para alguém, mostrar as fotos, compartilhar....
Voltar para casa também é uma experiência maravilhosa que só podemos sentir quando viajamos.


Várias fotos que ilustram as postagens são retiradas da Net.

Paris 3 – Museus -

Museu D’ Orsay

DSC01300

“O D’Orsay está repleto de obras de impressionistas, pois o Louvre, numa decisão tomada há cerca de 40 anos, exibe obras apenas de artistas antigos. Não que o impressionismo - que floresceu na segunda metade do século 19 - seja novo. Mas não é antigo o bastante para estar representado no Louvre.”

IMG_7797

IMG_7796

IMG_7795

“Localizado no coração de Paris ao longo do Sena em frente ao Jardim das Tulherias, o museu tem lugar na antiga estação ferroviária de Orsay, um edifício construído para a Exposição Universal de 1900.”
Em 2005 era permitido tirar fotos no Museu. Agora é proibido.

IMG_7807

“O Musée d'Orsay guarda obras de Van Gogh, Monet, Degas, entre outros principalmente do período que vai de 1848 e 1914. É uma jóia de Museu.”

O Louvre  -“ O museu, como o conhecemos, é obra dos revolucionários que derrubaram a monarquia em 1789. Erguida a partir do século 13, a construção era inicialmente uma fortaleza. "Louvre", ninguém sabe ao certo a origem da palavra, derivaria de "Lou", que remete a Louis, o nome de 18 reis fanceses. Com o tempo, o palácio passou a ser utilizado pela realeza, sobretudo para festas. Depois da revolução, em 1793, os novos líderes decidiram que aquele era o lugar ideal para montar um museu - gratuito - que proporcionasse conhecimento ao povo. Já havia um número considerável de obras ali.”

IMG_8101

“O Museu do Louvre é um dos maiores e mais famosos museus do mundo. Localiza-se no centro de Paris, entre o rio Sena e a Rue de Rivoli. O seu pátio central, ocupado agora pela pirâmide de vidro, encontra-se na linha central dos Champs-Élysées, e dá forma assim ao núcleo onde começa o Eixo histórico.”
As fotos são permitidas sem flash.

IMG_8109

“Vitória de Samotracia - é uma escultura que representa a deusa grega Nice cujos pedaços foram descobertos em 1863 nas ruínas do Santuário dos grandes deuses de Samotrácia.  Fazia parte de uma fonte, com a forma de proa de embarcação, em pedra calcárea, doada ao santuário provavelmente pela cidade de Rodes.”

DSC01494

Auto-Retrato - Albrecht Dürer (Terezinha relembrando a Faculdade de Artes)

IMG_8115

“Mona Lisa fora dada de presente no início do século 16 por Leonardo da Vinci ao rei Francisco, em cuja corte fora trabalhar. Foi, por isso, um ato de ignorância histórica e patriotismo tresloucado o perpetrado pelo italiano Vincenzo Peruggia, que em 1911 roubou a Mona Lisa e a levou à Itália.”

IMG_8116

“Peruggia era um fabricante de vidros e conhecia bem o museu. Certo dia, ele se escondeu dentro do prédio durante a visita dominical e permaneceu ali até a manhã da segunda-feira, dia em que o Louvre fechava. Então, tirou o quadro da parede do Salão Carré, colocou-o debaixo do sobretudo e o levou para a Itália. Tratava-se de uma repatriação, segundo ele. A Mona Lisa chegou a ser exibida em cidades italianas, mas logo as autoridades fancesas a tomaram de volta. Peruggia foi tratado como ladrão na França, mas virou herói nacional para os italianos. O roubo da obra-prima obrigou os responsáveis pelo Louvre a investir em segurança, deixando para trás os dias em que o visitante segurava o quadro na mão para apreciá-lo de perto.”

IMG_8133

“Ninguém teve um papel tão marcante na história do Louvre quanto Napoleão. Em “A Coroação de Bonaparte”, de Jacques-Louis David, o grande pintor da corte napoleônica, um jacobino que se atirara à vida de revolucionário, escolheu um momento simbólico da cerimônia para registrar em sua obra. Nela, Napoleão está prestes a depositar a coroa em sua mulher, Josefina, um gesto que caberia ao papa Pio VII. Assim, ficava claro de quem era o poder na nova ordem, como prova a situação embaraçosa e a expressão contrariada do papa, captada espetacularmente por David.”

P1050905

“Também de Jacques-Louis David, A Morte de Marat. Um dos líderes revolucionários mais amados pelo povo, Marat foi assassinado por uma jovem - Charlotte Corday - que se dizia partidária de suas ideias. Ela o esfaqueou na banheira em que ele mitigava as dores terríveis que sentia por causa de uma doença na pele. O crime precipitaria uma onda de terror na qual a guilhotina trabalharia freneticamente.” (Foto Google) Este quadro foi reproduzido por Vick Muniz na famosa foto de Tião no Lixão de Gramacho e mostrado no documentário Lixo Extraordinário.

IMG_8135

Ficamos iguaizinhas.

wicked-son

Jean-Baptiste Greuze – . “A Maldição Paterna” mostra um filho desesperado no quarto em que seu pai agoniza sob as vistas da família. O filho contrariara o pai e por isso é reprovado enfaticamente. Greuze reproduziu com seu pincel um pensamento fundamental de Confúcio, o filósofo de 2 500 anos atrás que até hoje influencia fortemente os chineses: a obediência aos pais é vital na personalidade de homens e mulheres.” (Foto Google)

images3

“A Morte de Sêneca, de Peter Paul Rubens - Rubens homenageou a bravura de Sêneca, que cortou os pulsos por ordem de Nero, o imperador de quem fora preceptor. Autor de ensaios notáveis sobre a arte de viver e de morrer, Sêneca cuidou de Nero antes que este degenerasse. Depois, acusado de conspiração pelo antigo pupilo, foi obrigado a se matar. A exemplo de Sócrates ao tomar a cicuta, Sêneca, como mostra a tela de Rubens, consolou os discípulos em vez de ser consolado por eles.”

IMG_8165

Euripedes achou o retratado parecido com seu pai, o Sr. Lázaro.

IMG_8139

“Vênus de Milo- representa Afrodite, a deusa grega do amor sexual e da beleza física, tendo ficado no entanto mais conhecida pelo seu nome romano,Vênus. É a estátua antiga mais famosa do mundo. A questão dos braços faltantes é polêmica.”   Há controvérsias.

IMG_8143IMG_8144

“Na ala helenista, o mármore romano Hemafrodita Dormindo,  “surpreende pela ambiguidade.”

IMG_8154
Apartamentos de Napoleão.
“Napoleão tinha um apreço especial por surrupiar obras de arte em suas campanhas militares. Um exemplo é Apolo Belvedere, uma escultura grega que representou por séculos a beleza masculina.

Apolo_Belvedere
Foto do Google
Napoleão pegou-a da coleção do Vaticano, depois de conquistar Roma e impor seu poder ao papa. Com a queda de Napoleão, Apolo e outras obras retornaram aos donos. Não todas. Os egípcios, por exemplo, jamais recuperaram o que lhes foi tirado.”

IMG_8150 Montagem

“A estatuária monumental exibida aqui foi esculpida para o parque do Château de Marly. A maioria das obras foi encomendada por Luís XIV no final do seu reinado. No entanto, o pátio é dominado pela célebre Guillaume Coustou Cavalos de Marly , concluída em 1745 no reinado de Luís XV.”
Centro Georges Pompidou

DSC01496

“O projeto deste Museu foi considerado extremamente arrojado, sendo inserido em um momento de crise da arquitetura moderna. Alguns teóricos afirmam que o Centro (tanto pela sua arquitetura quanto pela sua proposta) é um dos marcos do início da pós-modernidade nas artes.”
É permitido fotografar sem flash.
IMG_8170

Andy Warhol  - Elizabeth Taylor

 IMG_8171

IMG_8185

Salvador Dali  - (William Tell, 1930)

Euripedes disse que, para ele, foi overdose de quadros,esculturas, escadas, etc.
“A arte é a auto-expressão lutando para ser absoluta.”
Fontes: Viaje aqui

Dezembro 2011